Editorial

A pandemia ainda está bem longe de ter sido controlada. Precisamos falar dela e testemunhar, refletir e avaliar a experiência amarga que ela nos impôs. Nos jornais não se fala de outra coisa, somente da vacina. Assunto que suscita controvérsias. Alguns a esperam ansiosamente. Confiam que voltarão em breve à vida normal protegidos por ela. Outros rejeitam tomá-la. Consideram que seus benefícios são insuficientes ou que podem causar danos inusitados. O RNA do vírus, base da vacina chinesa pode nos transformar em jacarés, fazer nascer chifres, pelos ou causar deformidades ainda piores. Endereçamos ao colega Antônio Teixeira em nome de todo o Corpo Editorial de aSEPHallus Revista de Orientação Lacaniana, o pedido de que ele compartilhasse conosco suas reflexões acerca do impacto da pandemia do novo Coronavírus na biopolítica no Brasil e no mundo. Antonio é conhecido é conhecido pelo hábito de comentar as diferentes modalidades do mal-estar na cultura. Seu livro intitulado “A soberania do inútil” reúne artigos que abordam diversos ângulos do problema.Saiba mais ->

Artigos

Atualidades

Endereçamos ao colega Antônio Teixeira, em nome de todo o Corpo Editorial de aSEPHallus Revista de Orientação Lacaniana, o pedido de que ele compartilhasse conosco suas reflexões acerca do impacto da pandemia do novo coronavírus na biopolítica no Brasil e no mundo. Antonio é conhecido pelo hábito de comentar as diferentes modalidades do mal-estar na cultura. Seu livro intitulado A soberania do inútil reúne artigos que abordam diversos ângulos do problema. Preparamos algumas perguntas, em particular, a respeito da biopolítica. É possível comparar os efeitos de uma tragédia de proporções gigantescas como essa pandemia que vivemos e o episódio de 11 de setembro?
Saiba mais ->

 

Resenha

O período se situa entre 1918 a 1920; a gripe espanhola se espalhava pela Europa. Com o fim da 1ª Guerra Mundial, os países encontravam-se em plena crise política e econômica. Emergem novos modos de vida por um lado; por outro, abate-se sobre o mundo uma letal pandemia de gripe. Proveniente dos Estados Unidos, o vírus passa pela Espanha e, após uma mutação, alastra-se pela Europa. Em poucos meses, provocou uma catástrofe ainda mais sinistra que a provocada pelos combates da guerra. A Grande Depressão se aproximava. A leitura do livro de Elizabeth Roudinesco conduziu minha reflexão em direção às relações entre a vida e a morte na obra de Freud.

Saiba mais ->